Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2009

Epifania

Imagem
Fui a sábia eremita
Que recebeu nos braços
A iluminação doce
De tua chegada.



Foto e poema: Jaquelyne de Almeida Costa

Cinema

Imagem
Sento sozinha
cadeira vermelha
pipoca sem sal na mão
boca meio aberta
E você passa
não me vê:
prefiro assistir TV
na cadeira branca e dura
da minha casa.
Solidão perdura,
ainda assim,
é menos deprê.




Jaquelyne de Almeida Costa

CACTUS

Imagem
Cai o eu em tus
E nus de espinhos
Somos sertão
Somos SERtãos
SERtus.







Foto e poema: Jaquelyne de Almeida Costa

Música do dia: "Olha eu aqui oh,oh,oh"

Imagem
Eu já fiz tudo o que podia Tudo-tudo o que faz uma pessoa normal Já dei boa noite em pleno dia Só falta ser manchete de jornal
Mas também pudera Você não entende nada de comunicação Co-mu-ni-cação Ligue a sua antena Vê se no seu peito bate um coraçãããââo
Você não entende o meu recado Quer que eu grite-grite com todos os meus pulmões No seu ouvido tem teia de aranha E nem se liga em certas emoções
Apesar de tudo, morro mas não mudo de opinião O-pi-nião Você não é de gelo Mas se assim for vou derreter seu coraçãããââo
Olha eu aqui, oh oh oh oh! Olha eu aqui, oh oh oh oh! Olha eu aqui, oh oh oh oh! Olha eu aqui, oh oh oh oh! Foto: Jaquelyne de
Almeida
Costa Música: Evinha
(Jovem
Guarda)

Teu verso universo

Imagem
A Abraão Vitoriano


Pelo universo
Vinha e ia
Aquele único verso

Passava pela paisagem
Mirava de longe o estado
Sem findar infinita viagem

De repente olhos avistados
E mãos que imploravam
Suspiro reverso.

Hoje repousa
Coração queimando
O verso-amor em teu corpo pousa.


Jaquelyne de Almeida Costa Com eterna blandícia, para esse menino-homem que sabe amar em versos.

Send me an angel

Imagem
Foto: Jaquelyne de Almeida Costa

"Here I am Will you send me an angel Here I am In the land of the morning star..." (Scorpions - Send me a angel)



Jaquelyne de Almeida Costa

A minha casa...

Imagem
é um céu aberto... nuvens pastando flores cantando
...


Foto: Jaquelyne de Almeida Costa

Abandono:

Imagem
cão sem dono.





Foto: Jaquelyne de Almeida Costa

Vem me encher de estrelas

Imagem
Eu bem que avisei
Ia acabar assim mesmo
Vida de migalhas
Você caído na sarjeta
Olha bem na minha cara
E confessa que eu tinha razão.
Ouve o meu coração
Rio e mar
Onda que sempre vem
Ouve a canção
Que ainda não fiz
Leia o poema
Que ainda não escrevi.
Olha a maré encher
Vem pro meu lado agora
Deixa o amor transbordar
Molhar seus pés, suas pernas
Deixa eu molhar o seu rosto no mar
Vem, pega na minha mão
Vamos mergulhar e gastar o tempo
Numa aventura aquática
De acrobacias mútuas.
Caia nos meus braços
Entrega o que você tem guardado
Há muito tempo.
Saia dessa ilusão
De viver sozinho
E pára de fingir que não acredita
Nas verdades que eu falo
Presta um pouco de atenção em mim
E permita que eu reparta com você
O amor que tenho aqui dentro
Desse lado do peito:
Candente desejo de ser dois em um.
Saia daí desse lugar
Larga essa sarjeta fria
E vem viver comigo
Num ambiente quente
Onde não falta o calor
Que brota do meu corpo.
Confessa que eu tenho razão
E vem ver a maré comigo
Vem me encher de estrelas...



Jaquelyne de Almeida Costa

Poetivivendo...

Imagem
Tragando a inspiração que vem da Orla Juazeirense. Às vezes é preciso deixar de lado algumas obrigações de rotina e devolver o tempo necessário para poetiviver...

Fotos: Jaquelyne de Almeida Costa

It must be him...

Imagem
...assim me disse o vento naquela tarde crepuscular.




Jaquelyne de Almeida Costa

Se é amor...

Imagem
“We don't have to wait till tomorrow...”
(Jimmy Hendrix)




...eu prefiro não esperar mais por sair amanhã...

Jaquelyne de Almeida Costa


Coral Quebrado

Imagem
Conheci o mar
Quando nem o sabia
E toquei o mar:
Salgada água fria.
Mergulhei o mar
Dentro de uma bacia
E a voz do mar:
Concha vazia.
Eu bebi o mar
Traguei toda a salina
O sabor do mar:
Cristais de água-viva.
Eu vivi o mar
De meus antepassados
Mistério do mar:
Eu, coral quebrado.



Jaquelyne de Almeida Costa

Uma canção ensinando-nos a sorrir... (Smile - Charles Chaplin)

Imagem
Smile,
Tough your heart is aching
Smile,
Even though it's breaking,
When there are clouds in the sky, you'll get by
If you smile
Through your fears and sorrow, smile
And maybe tomorrow
You'll see the sun come shining through for you.
Light up your face with gladness,
Hide ev'ry trace of sadness,
Altho' a tear may be ever so near,
That's the time you must keep on trying,
Smile,
What's the use of crying,
You'll find that life is still worhwhile,
If you just smile.
*Com carinho, lembrando de Michael...

Canção para o mundo (Inspirada por Michael)

Imagem
“What have we’ve done to the world…”
(Earth Song - Michael
Jackson)



Nós tínhamos tudo o que queríamos
Nós tínhamos a inocência do mundo
Nós tínhamos o paraíso
Nós éramos um só.

Hoje derrubamos
Queimamos
Matamos
Devastamos
Somos amigos da destruição
E da tragédia.

Por que vivemos assim?
Do que nosso filho viverá?
E o que nós iremos fazer?
Como continuar aqui?

Nós tínhamos tudo o que queríamos
Nós tínhamos a inocência
Nós tínhamos o paraíso
Nós éramos um só.

As árvores não resistem
Os pássaros não querem mais cantar
Os animais estão sumindo
As águas estão envenenadas
O céu está de gases escuro
A terra está de fendas ferida
E nós, o que fazemos?

Por que vivemos assim?
Do que nosso filho viverá?
E o que nós iremos fazer?
Como continuar aqui?

Que Deus tenha misericórdia
Que o mundo possa renascer
Que os nossos filhos não sofram
O que nós estamos sofrendo agora
Que as águas se purifiquem
Que os pássaros fiquem felizes
Que os animais reapareçam
Que o céu volte azul
Que a terra cicatrize
E a vida então nós aprendamos
a preservar.


Nós …

A guardadora de palavras e o seu desejo por longas histórias

Imagem
Eu tenho uma enorme dificuldade em escrever longas histórias. Minha ansiedade me leva a querer concluir brevemente o destino de meus personagens. Em meu diário de poesia deixei escrita uma frase que condiz exatamente ao meu estado de espírito: A ansiedade (quase sempre) me é um não para o mundo. Visito blogs amigos, vejo o que produzem e penso cá comigo mesma: “Quando conseguirei escrever de tal maneira? Será meu cérebro atrofiado tanto quanto os meus pulmões que, numa aula de expressões artísticas, constatei essa triste e asfixiante descoberta?”.
Escrevo umas linhas que não passam de curtos poemas. O fato é que eu quero provar a mim mesma que consigo ser mais que isso. Então eu lembro do tempo em que era criança (e até hoje nunca descobri quando passei a pertencer ao mundo dos adultos de livre e espontânea vontade) e meus olhos e minhas mãos percorriam as páginas dos livros de português da escola quase como se as palavras fossem serem tocáveis. Eu necessitava tocar, sentir o cheiro do…

Moço-Tempestade

Imagem
Para aquele que entrou feito tempestade na minha janela.


Gosto quando me vens
Cabelo longo solto ao vento
Vestido inteiro in black
cantando um rock pra mim.

Gosto do teu jeito soturno
De tuas mãos na guitarra
De tuas calças rasgadas
E teu olhar gatuno
Me faz sempre suspirar.

Tu és o Moço-Tempestade
E vem dos teus cabelos
A força do vento que move
o meu desejo inteiro.
Vem da tua boca
A canção que me lembra o amor
E que me deixa com saudade de ti.

Tu és o Moço-Tempestade
Vens fazer desordem
No campo em que habito
Me deixando sem resposta
Sobre as juras que te digo.




Jaquelyne de Almeida Costa *Para Léo do Rio, por sua presença em mim.

Obrigada, amigos! Jaque Sou entre os 100!

Imagem
Estou hiper feliz hoje!

Além da assiduidade de certos amigos por aqui ainda vi que estou na lista dos 100 mais votados na categoria Cultura do concurso do Top Blog! A votação vai até o dia 11 de agosto.
Não esperava por essa surpresa maravilhosa!

Gente,
muita obrigada por votarem em mim!!
Nossa!! Eu fico emocionada!

Aqui vai o link de votação:
http://www.topblog.com.br/busca_blogs.php?tags=1154178?33d87631d2e949eeb52dd11dc6025722


Agradeço a todos! Vocês me impulsionam para esse caminhar!

Um enorme beijo daquela que é porque tem de ser!

Novo Selinho da Jaque!

Imagem
Amigos,

sei que ando em falta com muitos de vocês, e isso não me deixa em paz!!
Então, para me redimir, aqui deixo um selinho feito, como sempre, com muito carinho!!

Um grande beijo para todos vocês que são amigos do Jaque Sou!

Aqui vão os nomes dos indicados:

Abraão - é o menino-homem
Leo - Branstorm -ride
Márcia - Meus pensamentos
Clayton - Clayton Ângelo desenhos
Sandra - Curiosa
Sonia Regina - vou gritar pra todo mundo ouvir
De - Revelar-me
Caillean - Casa da Floresta
Ilana - Onde os peixes voam
Emiliana - Morada de Afrodite
Paulo Roberto - Palavras apenas...palavras pequenas
Ex-critor - a viagem imóvel
Ana - Pelos caminhos da Vida
Jonas - Jonas Santos
D. Ramírez - Las Tiritas de D. Ramírez
Liginha - Tempo de ser feliz
Jacky - Jacky simpes assim
Jack - Poética
Mateus - Mateus Araújo
Nade - Orgulho de Ser
Leo - À écriture c'est seule forme parfaite du temps
Maurizio - meus instantes meus momentos
Paulo Tombarro - Paulo Tamburro
Ernani Netto - Romance em versos

Mírian Mondon - Café com Poesia

Christi - Esse…

Corporamor

Imagem
Marco na pele
A tua grafia
Em vão me
repeles.




Jaquelyne de Almeida Costa