Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

Salve, salve, Poesia!

Imagem
Salve, salve, Poesia! Você que nos alimenta e nos deixa sãos (ou não) todos os dias! Ela também transforma o mundo! Jaquelyne Costa
#14demarço#DiaDaPoesia#Poesia

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido

Imagem
“Tantas você fez que ela cansou porque você, rapaz, abusou da regra três onde menos vale mais”, esses versos do poetinha Vinicius de Moraes sempre martelam na minha mente quando um relacionamento amoroso não dá certo. Passam pela sua também? De repente, eu percebo que não era amor de verdade, era algo apático, de vínculo extremamente frágil, linha quase transparente. Andava incômoda porque sentia que faltava tanta coisa... era um amor que sofria de osteogênese imperfeita. Olha, confesso que senti em dizer a mim, mas esse não era um amor.  
Um amor forte e verdadeiro é quando o outro lhe aceita do jeitinho que você é, claro, sem esquecer que todos temos “defeitos de fábrica” e algumas coisas precisam sim sempre ser melhoradas. Um amor bom procura lhe fazer bem o máximo que der, lhe faz sorrir mais do que chorar e se chorar é de emoção bonita e não tristeza. O amor é aquele que dentre tantas coisas simples faz você se sentir em casa; é conexão que não cai, pra dar inveja a qualquer wi-fi…

Aquela pessoa forte que você conhece também precisa do seu abraço, do seu apoio.

Imagem

Amar ser reservas

Imagem

Sobre ser porto de alguém...

Imagem

Isso sim é lindeza!

Imagem

Se não tem afeto...

Imagem
Sem afeto não dá! Amor é o que hidrata a engrenagem do ser.

08 de março - Dia Internacional da Mulher

Imagem
Jaquesomos mulheres, vamos continuar lutando sim!  Viva a força da mulher!  Aquele abraço jaquetício para todas vocês!

Jaquesou romântica mesmo

Imagem
Eu não sou desse tempo
Eu não sou desse tempo de valores distorcidos amores falsamente construídos laços frouxos e indecisos. Eu pertenço ao tempo de outrora ao tempo de amores verdadeiros compromissos selados olhares sinceros gestos acertados e apaixonados daqueles que nos deixam uma lágrima quando o outro vai embora. Eu não sou desse tempo de agora desacertado acelerado que (sem saber o nome)  pegou, beijou e jogou fora.

Jaquelyne Costa
Imagem
Sê inteiro mesmo que os outros só te enxerguem aos pedaços.
Janefli

Já que sou Flor do viver - por Abraão Vitoriano

Imagem
“E a saudade é um lugar que só quem amou”. A entoar nos versos de Padre Fábio de Melo, encontro a essência desta obra cuja cadência valseia pela saudade e esperança. Uma saudade que reverbera como combustível, por vezes melancólico, por vezes reconfortante, sempre enternecedor.
“Oratório da moça que sente saudades” afigura um jardim de paisagens interiores, pinceladas pelo que há de mais humano em nós. Jaqueyne, em sua arte de borboletear silêncios, tece os fios do infinito que, antes de ser saudade, enfrenta os meandros da dor: “Ela se foi/ levando meu melhor sorriso/ o despertar entre carinhos/ os primeiros abraços da manhã/ o copo de leite que só o amor materno sabe temperar (...)”.
O livro inteiro reverbera memórias e transformações, como se no amarrar das miçangas, estivesse a estrutura quase intangível do tempo, com suas ponderações e naturais angústias: “Pai, perdoai-me, pois eu não sei o que escrevo.”.
E neste bordado, neste manto, neste lençol: o lirismo toma espaço, engravi…

Do abraço sem falta

Imagem
Em memória do amigo Vinícius Tamoio
Terás sempre o meu abraço Um laço através da eternidade Te sentindo Mesmo que como sopro Porque meu coração É também detector de brisas.
Jaquelyne Costa
Esse poema faz parte do meu primeiro livro de poemas (Oratório da moça que sente saudade) em homenagem a minha mãe, Alcineide Almeida, com verba totalmente revertida ao Movimento de Combate ao Câncer de Petrolina (MCC). A ONG atua junto a Apami Petrolina em prol do tratamento contra câncer de um total de 16 mil pessoas de mais de 60 municípios de três estados, atendidas em Petrolina. O livro continua à venda, por 20 reais, no Café de Bule, ao lado do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora e também no Impulso Vestibulares e Concursos, centro de Petrolina-PE. O endereço é Rua Antônio Santana Filho, 353. Para quem não mora em Petrolina Pernambuco ou Juazeiro Bahia o livro continua sendo vendido pela internet no meu blog - www.jaquesou.blogspot.com.br Se quiser ser contribuinte do MCC faça sua doação na cont…
Imagem
A verdade tem voz alta. A mentira baixa o tom da alma.
Jaquelyne Costa - Jaquesou Janefli desde nascença

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Imagem
“Odiar é uma forma de se matar aos poucos...” disse certa vez o Padre Fábio de Melo, mas também faz morrer o próximo ao destilarmos tanta energia negativa. Nesses últimos dias temos visto tantas declarações explícitas de ódio, o desejo de ver o outro na desgraça, de vê-lo moribundo numa UTI e desejá-lo a morte não como forma de repouso do sofrimento, mas pura e simplesmente porque o outro é a esposa de um político de um partido político que como tantos outros perece nas mãos da corrupção.
Não podemos ficar tão cegos por esse sentimento lodoso que é o ódio. Através dele perdemos o senso de humanidade, empatia, razão e respeito. Vertemos tontos e insanos palavras inescrupulosas e ações impensadas. As pessoas estão deixando que seus corações adoeçam repletos de lissas, mordidos por essa psicose de ver o outro sempre degraus abaixo de si, ferido e fraco, sangrando se possível.
Sobre essa sede de sangue podemos lembrar aqui a mitologia grega. Há um deus, Ares, apelidado de “bebedor de sangu…