Moço-Tempestade


Para aquele que entrou feito tempestade na minha janela.


Gosto quando me vens
Cabelo longo solto ao vento
Vestido inteiro in black
cantando um rock pra mim.

Gosto do teu jeito soturno
De tuas mãos na guitarra
De tuas calças rasgadas
E teu olhar gatuno
Me faz sempre suspirar.

Tu és o Moço-Tempestade
E vem dos teus cabelos
A força do vento que move
o meu desejo inteiro.
Vem da tua boca
A canção que me lembra o amor
E que me deixa com saudade de ti.

Tu és o Moço-Tempestade
Vens fazer desordem
No campo em que habito
Me deixando sem resposta
Sobre as juras que te digo.




Jaquelyne de Almeida Costa
*Para Léo do Rio, por sua presença em mim.

Comentários

Léo disse…
UAU... Quem será essa pessoa?

Direto do Rio.
Beijos.
Badards disse…
escreves ben jaque;gosti. pasei no blog pra ver as novidade.xau.
Léo disse…
Obrigado pelo texto moça... Saíbas que eu vou por esse texto no meu blog também como homenagem. rsrs... Mais não agora... Um tempo mais para frente quando todos se esquecerem, aí eu posto, junto a um presente meu a tí em forma de versos.

Beijos linda.
tonhOliveira disse…
Jáquestás apaixonada, balançada, mexida!

Parabéns pelo poema!

Abraços!

DICA: Visite o blog da minha amiga Menina do Mar http://voltademare.blogspot.com/
poesia da boa.
Chris... ჱܓ disse…
Lindo poema...
Apaixonada!
Viva! O amor é lindooo...
rsrs
Adorei o post, a forma de como escreves.
Parabéns!

Lindo fim de semana.
Bjos mil...
jaque para que lado vai essa temestade será que passa la no meu blog?rs rs rs!belo poema e foto,bjs e bom fim de semana!
Desnuda disse…
Olá Jaquelyne!


Bela e merecida homenagem. Moça...Vc escreve bem demais!!! Adorei!



Grande beijo e ótimo domingo!
Que essa semana seja repleta de gdes realizações e muita paz.

beijooo.
Léo,

você é uma graça,sabia?!!


Beijos=*
Badards,

saudades de você, rapaz!!
Nunca mais lhe vi!

Obrigada pelo elogio!

Um grande beijo=*
Léo,

vou esperar ansiosa, tá?!

Um grande beijo=*
Tonho,

a JaqueSou não está apaixonada!
É só um poema para um amigo especial!

Você também ganhou um!!


Beijos

Visitarei sua amiga sim!
Chris!!

Amiga, o poema é para um amigo!!
A paixão ainda não me pegou!!


Beijos=*
Guerreira!!

Tomara que essa tempestade possa invadir seu blog!
Uma tempestade de amor!


Beijos=*
Desnuda!

Obrigada pela visita e pelo comentário!

Um grande beijo=**
Ana,

prazer receber teus desejos felizes!!

Em triplo para ti!

Beijos=*

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Poema do sim e do não

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido