Teu verso universo


A Abraão Vitoriano


Pelo universo
Vinha e ia
Aquele único verso

Passava pela paisagem
Mirava de longe o estado
Sem findar infinita viagem

De repente olhos avistados
E mãos que imploravam
Suspiro reverso.

Hoje repousa
Coração queimando
O verso-amor em teu corpo pousa.


Jaquelyne de Almeida Costa
Com eterna blandícia,
para esse menino-homem que sabe amar em versos.

Comentários

O Profeta disse…
Pintei em traços vibrantes
Aprisionei a beleza e a harmonia
Dancei no sabor de irreverentes matizes
Misturei a aurora com o fim do dia

Um violoncelo soltou duas notas sorridentes
Dançaram as cores de forma trágica
Os pincéis inventaram a doçura do teu rosto
Em movimentos de rodopiante mágica


Bom fim de semana



Mágico beijo
Léo Metallica disse…
São raros os homens que sabem amar.

Direto do Rio.
Beijos.
Menino-Homem disse…
ai meu Deus! minha nossa senhora das Candeias... o que faço agora? meu coração quase que pula de mim e corre ao seu encontro...
minha menina-mulher-amor
estou sem palavras, já te disse que elas fogem quando é sobre você, tu és pra mim tão imensa e infinita que o mar é pouco.

ai como sou de tu feliz...!

obrigado, grato, honrado, maravilhado, emocionado,

o seu carinho me faz vida...

amo-te
e sem você
nada sou...
Menino-Homem disse…
já que preciso
ser
é dela
que vou viver...
Menino-Homem disse…
do seu homem-que-é-menino e quem em você tem luz e paraíso,

vou copiar no meu blog,
posso?

beijos,
e que Jesus te guarde pra sempre em mim...
Amiga do Cafa disse…
E o nosso coração sempre aprontando.
Gostei do seu blog.
Sim, quem já não teve um " cafa " na vida ?
Obrigada pela sua visita.
Bom fim de semana !
Silvio Luiz disse…
Oi Jaque... obrigado pelo comentário lá no blog e o carinho...
Já estava com saudades da blogosfera!
Parabéns pelo seu blog!

Abreijos =D
Uma maravilha este seu trabalho o sentimento transbordante...parabens Jaque amor é vida!

beijinho e bom fim de semana
Marina G. disse…
Amei suas fotos, textos, tudo bem bacana, inteligente. Parabéns!
Beijos.
Claudio Kezen disse…
Obrigado pela simpática visita e parabéns pelo blog tão sensível.

Abçs*
Inkompleto disse…
Oi, eu gosto de como você escrever. Muito obrigado por parar para ler meu blog. Espero que seja a seu gosto. beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido

Poema do sim e do não