Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

Morre o fotógrado da cena rock

Imagem
Jim Marshall - esse era o tradicional nome no cenário fotográfico não só do rock, mas da música em geral! Foi ele que acompanhou a juventude de Woodstock, registrando a boa rebeldia de ícones do rock como The Beatles, Bob Dylan, Jonny Cash, Janis Joplin, e Rolling Stones. Aos 74 anos, dormindo, Jim se despediu de nós deixando um legado super bacana, da música fotografada, digamos assim. São momentos de um tempo inesquecível que nós teremos sempre acesso graças às clicadas decisivas de Jim Marshall.
The Beatles por Marshall

Janis Joplin por Marshall


Leia mais acessando: G1 Pop & Art

Fotorepúdio

Imagem
Eu continuo a bater na tecla de defesa às árvores, ao meio ambiente como um todo!
Há poucos meses escrevi uma crônica tratando desse mesmo tema, abordando os aspectos positivos de termos a nossa cidade arborizada, seja Petrolina, Juazeiro ou qualquer outro lugar no mundo. Todavia, há sempre aqueles que são do contra e não pensam que mais tarde eles mesmos sofrerão com essa destruição desenfreada. Numa cidade demasiado quente como Petrolina a cena que mais vejo é como as fotos a seguir. As fotos foram tiradas de um celular e em momento de indignação. Peço desculpas pela qualidade, não é mesmo a das melhores, mas não poderia ficar calada!
₢ Fotos: Jaquelyne A. Costa

JaqueSou recebe Diploma do Mérito Olegária Mariano

Imagem
Com os amigos jornalistas Carlos Cavalcante, Laiza Campos e Vera Medeiros (Foto: Wellington Jr.)
Buenos días, caros amigos "jaquesouenses"!!!rsrs...

É com imensa felicidade que lhes comunico que no último dia 12 de março na Câmara Municipal de Petrolina eu e mais outras representantes femininas dos diversos segmentos sociais de Petrolina/PE e Juazeiro/BA recebemos da Câmara Brasileira de Desenvolvimento Cultural através do seu presidente, o jornalista Carlos Cavalcante, o Diploma do Mérito Olegária Mariano. Essa homenagem me foi concedida pelos serviços culturais prestados à comunidade através das ações promovidas pela União Brasileira de Escritores de Petrolina. Quem foi Olegária Mariano? Foi uma grande mulher pernambucana abolucionista, esposa do também abolucionista José Mariano. Mãe do príncipe dos poetas, Olegário Mariano. Olegária ficou conhecida como a mãe dos pobres, abrigando em sua casa escravos fugidos de outras fazendas. Quando sua morte foi anunciada houve imensa com…

Meu TCC é nota 10!!

Imagem
(Arte da capa: Leônidas Vidal - designer e jornalista)
Bom dia, meus amigos blogueiros!!!!

Com muita felicidade lhes anuncio hoje que meu TCC foi aprovado ontem, às 18h na Universidade do Estado da Bahia, campus III em Juazeiro/BA, com nota 10!!!
A banca, constituída pelo jornalista Fernando Veloso, assessor de comunicação do prefeito de Juazeiro/BA, Isaac Carvalho; o contabilista e poeta Angelo Roncalli e a professora orientadora Andréa Cristiana Santos, aprovou o livro-reportagem perfil Filhas de Lilith na Imprensa (em Juazeiro e Petrolina) feito por mim e a colega Juciana.

Nosso livro conta com cinco perfis sobre cinco mulheres que adentram, digamos, pioneiramente, o universo da Imprensa nas cidades de Juazeiro/BA e Petrolina/PE. No primeiro volume trouxemos Elisabete Alves (Tipógrafa do Pharol - antigo jornal petrolinense), Inah Tôrres (Colunista Social e Radialista), Maria Izabel - Bebela (Colunista Social e Jornalista Cultural), Layze de Luna Brito (Professora e Cronista) e Lucélia…

Essa é Janeflí

Imagem
(imagem: Google)

A todas as mulheres que existem no mundo um feliz Dia 8 de Março + o resto da vida inteira! Que tenhamos a força necessária para combater toda e qualquer iniquidade, pois ainda não a derrotamos; Que nenhum homem seja o lobo da mulher, sabendo respeitá-la e acima de tudo, amá-la, como outrora nos advertiu, oportunamente, Marina Colasanti! Agora um poema dedicado a Janeflí - esse espírito feminil que me habita onde quer que eu vá...

(imagem: Google)

Essa é Janeflí

Eu sou um dia de muito sol quando as nuvens tiram férias
Eu sou um tango argentino dolorido e fugaz nos passos precisos de bailarinos inexperientes
Eu sou a taça de vinho que embriaga os amantes já no primeiro sorvo
Eu sou a chuva mormacenta que cai languidamente nas espáduas nuas pelas ruas
Eu sou o vento que abençoa e pragueja nas janelas alheias
Eu sou o azul marinho incompreensível do mar
Eu sou a camisa suada de quem corre a lugar algum
Eu sou a saliva que Lilith beijou em Adão
Eu sou aquela que passeia entre as nuvens …

Verde de tão madura

Imagem
São quase três Você não vê Que eu tô ficando verde De tanto amadurecer?


Jaquelyne de Almeida Costa