Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2009

Em teus olhos castanhos

Imagem
Em teus olhos castanhos
Eu vejo o amor
Não há enganos.






Jaquelyne de Almeida Costa

Flores para a querida Ester!

Imagem
Ester, aqui vai uma pequenina homenagem para o seu Happy Day!!


Com muito carinho e amor lhe dou estas flores, símbolo da eterna amizade e ternura com que você sempre me tratou!!



Feliz Aniversário, minha querida!!

Você é muito especial e merece nosso carinho!!Nossas palavras!!
Um grande beijo daquela que é porque tem de ser!!Aqui uma letra de música de Roberto Carlos que representa bem o amor que Ester tem por todos nós:Eu Quero Apenas

Composição: Roberto Carlos / Erasmo Carlos
Eu quero apenas olhar os campos,Eu quero apenas cantar meu canto,Eu só não quero cantar sozinho,Eu quero um coro de passarinho,Quero levar o meu canto amigo,A qualquer amigo que precisar.Eu quero ter um milhão de amigosE bem mais forte poder cantarEu quero ter um milhão de amigosE bem mais forte poder cantarEu quero apenas um vento forte,Levar meu barco no rumo norteE no caminho o que eu pescarQuero dividir quando lá chegarQuero levar o meu canto amigoA qualquer amigo que precisarEu quero crer na paz do futuro,Eu quer…

Umas canções problemáticas

Imagem
Saí da faculdade, passei por uma tumultuada avenida, e numa rua à direita, de calçadas da largura de um pé, resolvi entrar. Ao fundo, uma grande árvore de flores laranjas (cujo nome não lembro agora) denunciando o contraste do amarelo e do cinza – o longo banco de cimento e ferro da orla fluvial Juazeirense. Eram mais ou menos umas quatro da tarde. Eu estava fatigada pelo castigo do sol em minha pele e a tortura psicológica de uma aula sem precedentes na apatia. Realmente, era uma tarde chata, porém, comum na minha rotina de séria estudante séria. Sento-me. Ajeito-me naquele incômodo banco; a bolsa sempre grudada como se já fosse um membro do meu corpo; o suor escorre-me pela testa, eu pego o lenço e resolvo esse problema; respiro fundo (um cheiro pavoroso de esgoto à beira-rio me faz tossir, achei por bem não respirar tão fundo assim) e contemplei a bela paisagem do Velho Chico que tanto me inspira.




Pensando na vida, na morte da bezerra e juntando dois com dois para dar cinco, fui re…

Selo Lemniscata

Imagem
Hoje já recebi um novo selo!
Dessa vez, o presente vem da Caillean do lindo e mágico blog Casa da Floresta.
Fiquei extremamente feliz por ter sido indicada de maneira tão expontânea:

A Jaquelyne do jaquesou onde dei boas risadas com A beata, e que um dia espero ler seu livro.

Mas como todo selo tem suas regrinhas, vamos lá!
E para dar continuidade a essa "corrente" de carinho eu vou passar este presente para mais 7 amigos!

E responder a pergunta " O que é para ti ser um Homo Sapiens?"

Bem, é nosso ancestral, um dos primeiros a caminhar por este planeta maravilhoso e a provar das mil-maravilhas que Deus deixou para que nós pudéssemos fazer bom uso (incluindo o respeito pela Mãe Natureza) e sobreviver.
Creio que é um ser, e como todo ser tem sua importância no ciclo da vida.
Estiveram aqui para que nós também estivéssemos, vieram antes de nós e nos ensinaram muitas coisas interessantes e deixaram relíquias, as pinturas rupestres entre tantas outras coisas.
Para mim é isso, e …

A Beata

Imagem
(imagem: oglobo.globo.com)

-Que milagre, o senhor por aqui?!

-Não sou nenhum santo. Vá deixando de adulação!

-Que bom que o senhor não mudou nada, sempre com esse jeito autêntico!!
-Já disse. Deixe de besteiras para o meu lado e me traga um néctar celestial. Afinal, a viagem do céu aqui para a Terra é muito cansativa.

-Que mal lhe pergunte, mas se o senhor não é santo, como então veio do céu?

-Mais parece que você é besta mesmo não é? E os aviões, não sabe que existem aviões, aquele negócio grande, feito ônibus, que voa? É que sou um pouco enjoado... Santo não precisa vir pra Terra não!(Falando mais baixo que de costume) Principalmente para o Brasil, lugar onde tudo se tem um preço a cobrar!Aqui tudo é maneira de tomar o dinheiro alheio.
Coitada da Maricota, beata tão esperançosa!Achava mesmo que aquele homem estranho era seu santo de devoção.

-E se o senhor não é meu santinho de devoção, então quem é?
E o homem, mais que de repente, sumiu-se numa forte luz azul que o envolvia.…

Ela anda tão feliz

Imagem
(imagem: letras.mus.br)
(Um poeminha para mim!!) Ela anda tão feliz
Agora sabe:
Nasceu assim
Queriam que fosse
De um jeito triste
Mas quem é de Deus fala:
O bem sempre persiste.
Agora canta com liberdade
Qual canário na mata virgem,
Agora voa sem ressentimento
Não será nunca mais
A gaiola seu destino!
E espalha em todo canto
Essa bendita alegria
Não há mais motivo para o pranto
nem sequer viver de agonia.
Ela anda tão feliz
Agora sabe:
Ninguém a impedirá
De soar como clarin
Não sentirá nenhuma dor
Ela nasceu para sorrir.



Jaquelyne de Almeida Costa

Duma caixinha de recuerdos

Imagem
(imagem:flickr.com/photos)

(Despiertame un dolor)


Um cheiro úmido e recente
Como de um rio a nascente
Em minha caixa de recuerdos
Me aperta ainda mais em saudades.
Esse cheiro adentrando em mim...
Sinto tanta falta dos primeiros dias
Um romance, de bombons, recheado,
De mil cartinhas dum jovem enamorado,
Hoje desfez-se em estúpidas atitudes e palavras.
E tanto era e foi e é e será
Esse meu amor...
Por que me angustura essa tua ausência de ti?
Voltes, voltes!
Não a ti abandones
Que assim eu me vou
E se vai também o nosso amor.
Aquela rosa de carmim querer ainda te habitará?
Serão ainda de silvestres flores os sonhos que te povoam?
Serás ainda o encantador de palavras que em mim
Pôs o teu mais profundo encantamento mágico?
Ah, o cheiro doce e úmido dos papéis
Das letras dos sentidos em minha caixa-tesouro!
Ah, que vindouro sentimento mais querido e preservado
É este meu querer por ti!
Mas terrível é o despertar que o perfume
Me provoca e a hora é de choro e angústia.
Acordar dum sonho desenhado pelo emaranhado
De c…

Se o jeito

Imagem
(imagem: deolhosbemfechados.blogspot.com) Se o jeito
Seu jeito
Sujeito
Sujo







Jaquelyne de Almeida Costa

Dia da Terra

Imagem
(imagem: hugg.com)
O Dia da Terra foi criado em 1970 quando o Senador norte-americano Gaylord Nelson convocou o primeiro protesto nacional contra a poluição. É festejado em 22 de abril e a partir de 1990, outros países passaram a celebrar a data.

Sabe-se que a Terra tem em torno de 4,5 bilhões de anos e existem várias teorias para o “nascimento” do planeta. A Terra é o terceiro planeta do Sistema Solar, tendo a Lua como seu único satélite natural. A Terra tem 510,3 milhões de km2 de área total, sendo que aproximadamente 97% é composto por água (1,59 bilhões de km3). A quantidade de água salgada é 30 vezes a de água doce, e 50% da água doce do planeta está situada no subsolo.
A atmosfera terrestre vai até cerca de 1.000 km de altura, sendo composta basicamente de nitrogênio, oxigênio, argônio e outros gases.

Há 400 milhões de anos a Pangéia reunia todas as terras num único continente. Com o movimento lento das placas tectônicas (blocos em que a crosta terrestre está dividida), 225 milhões …

Poema sem destinatário

Imagem
Tua boca ainda suja de leite
Denuncia a tua infante idade
Apesar da madureza escrita em teus olhos
Carregas uma eterna fonte de infantilidade.

Teu hálito ainda fresco
De goma de amora
Impregna o ambiente
E manda maus pensamentos embora.
Apesar de a hora, agora, não ter silêncio
Balbucias uma diferente forma calada
Que vem em curvas pela escada
E entra transformando encantamentos em pesadelos.

Frágil sorriso o teu
Que em instantes pode metamorfosear-se
Num escuro e profundo breu.
E me dizes “Nem todos somos fortes.”
- em ar de explicação e queixume –
E eu te digo: nem todos aceitam a morte, no entanto, ela nos vem.
Mas será que alguém não luta para viver a vida que, de direito, tem?




Jaquelyne de Almeida Costa

Hoje é dia de agradecer!

Imagem
Amigos, tenho que agradecer muito a todos vocês por tudo o que têm me dado!



Agradeço à amiga querida Márcia por ter me dado os selos seguintes:







Ao lindo amigo Paulo Roberto! porque me deu esse mimo:





E também mando um grande beijo para Rebeca e Jota Cê por terem me concedido esse selinho fofo:

Um grane beijo para todos, do fundo de meu coração que é do tamanhão do mundo!Amo todos vocês!

Mins

Imagem
Queria me abrigar
Na torre de teus pensamentos
Altos e distantes
Longos e vagos
De mim.

Queria, do silêncio,
Os dois que existem
As faces que se mostram
Em relâmpagos –
Dessas tenho medo.

Dessas minhas
Antagonices quase tolas,
Dessa desnecessariedade
Que se faz em mim,
Eu queria um silêncio.
Pausadamente
Silenciosamente
Os meus segredos se instalam.

Desespero insano...
Eu esperava Godot
Mas Godot não veio
Não veio a decifração
Não sei (e sei) do mundo de coisas
Que sou.
Exatamente dividida
Entre ocidente e oriente.

O ocidente nem se deu conta
Que existe.
O oriente ainda busca,
Tolamente,
orientação para o horizonte.

Amanheceu,
E o quadro iluminou
Os meus mais íntimos recantos
De um sol recém-nascido
Em foguessências cristalinas.
Anoiteceu,
E o quadro escureceu
Os meus mais íntimos recantos
De um azul recém-morto
Em súcubos de fragmentos de silêncio.

Esperei por mim
Enquanto era sol
Agora se faz lua
Não pertenço à rua
E prefiro dormir desejos
Porque vivo sozinhas,
Porque o ocidente
É tão demente
Que nem se sabe humano
E amanhece como …

Menina Baiana

Imagem
Para minha amiga Taísa Costa, com muito carinho e saudade

Quem é aquela que veio de lá
Trazendo uma panela de palavras na mão?
Quem é aquela que vem acolá
Desmanchando as rendas do meu coração?

É a formosa baiana de São Salvador
A filha de Angola, Iemanjá e Dona Mô
Aquela que alegra
Com seu laço de Amor.

Menina baiana que me faz gingar
Nas ondas da praia
Da beira do mar
Que enfeita o dourado que vem lá do sol
Despertando os pássaros no seu arrebol.

E todo dia de manhãzinha
Levanta dançando a doce baianinha
Que é filha de Angola, de Nana e Dona Mô
Das terras que brotam de São Salvador.



Jaquelyne de Almeida Costa

Sobre a Felicidade

Imagem
O que será a matéria-prima da Felicidade?





Jaquelyne de Almeida Costa

Um karma encantado

Imagem
O sol apareceu distante essa manhã. E não me admira que o tempo cante em meus ouvidos uma canção que fala da memória. Talvez seja ela a culpada de eu sentir tanta saudade. Tanta saudade tanta... e a primeira lágrima vem morna, caminhando pelo rosto deixando uma nódoa como cicatriz. Nesse momento está chovendo muito lá fora e eu me guardo embaixo de um quente cobertor respirando pouco, ouvindo o tec-tec da água que cai.

Eu daria um doce para ficar no meio da rua, cabelos assanhados, pés descalços, roupa de dormir e um sorriso besta na cara levando essa chuva toda e dançar como as árvores, seres livres e abençoados. Ter os pés ao chão e as mãos bailando no vento, refrescando a alma com água celeste e ouvir as peripécias do menino do vento que adora brincar em dias assim.

Minha lágrima morna se misturaria às lágrimas frias do céu e eu me livraria do gosto do sal que atinge minha garganta. Levanto uma parte do meu cobertor, e olho pela janela aberta os pingos que me molham. A música não par…

Donde se posa el Sol hay un regalo!

Imagem
Estou muito feliz e preciso compartilhar este sentimento maravilhoso com vocês, amigos do Jaque Sou!
O amigo Miguel Schweiz, do outro lado do Atlântico, me presenteou com o selo Blog de Oro!!!

Este é um presente concedido ao Jaque Sou que não poderá ser repassado!É um regalo "egoísta" no bom sentido da palavra, perdoem-me!!



Aqui vai o que ele me deixou em seu Blog Donde se posa el Sol



*Otra mujer, de la orilla atlántica frente a la mía. Con ritmo de sambas y cadencias. Con la espuma del mar cálida y picante. Versos insinuantes, prosas comprometidas. Legua de Brasil entre selva y lusitana.
Jaquelyne-Jaque Sou, ha empaquetado la belleza en imágenes y palabras que son las mismas que a ella dejo…(Para ella el premio Blog de Oro)





Mas em breve terei outros selinhos aqui para dar a todos!!



Um enorme beijo daquela que é porque tem de ser!

Canção para o amor que nasce vernante

Imagem
Ao amor que habita em mim...



O inverno voltará, eu sei
O inverno voltará,
Mas se você estiver aqui
Nesse mesmo lugar
Prometo que a neve não nos afastará,
A neve não nos afastará.

Que agora se cumpra a profecia
A orquestra de sonhos já vai começar
E você vai entrar por ali
Onde as árvores cantam suas cores
Os pássaros bordam suas melodias
E as cigarras morrem por cantar
Porque o inverno voltará,
Voltará com seus mistérios.

Sonhe, sonhe
E só acorde quando o inverno voltar
Porque eu estarei de braços abertos
Perto do fogo da lareira
Sorvendo o vinho doce
destruindo os pensamentos ruins
E pensando somente no futuro
E o amor que você me reserva.

O inverno voltará, eu sei
Mas se você estiver aqui
Nesse mesmo lugar
Prometo que a neve não nos afastará
E você poderá me abraçar novamente
Com suas cores, seu perfume de sol
Suas mãos de jardineiro fiel
E o amanhã dourado estampado em seu olhar.

Não nos percamos da rota do amor
Pois ela nos conduzirá ao esplendor
Sob o sol dos desejos inteiros
Que marcam o tempo e a história
Com su…

As árvores da Memória

Imagem
As árvores sentem
As palavras são cores:
A porta está aberta e não é preciso mentir.

A memória está acordada
E ao redor das árvores ela brinca
Com um colar de flores rosas e brancas.

A verdade está adormecida
E as árvores falam sonhos
Que vinham da minha cabeça.

Esqueci de contar que aqui
Nessa floresta encantada
As árvores têm mais que uma vida
Elas buscam suas próprias cores.

Invernos vieram afoitos
Tentaram emudecê-las
E como que por feitiço
Elas o derretiam com suas cores.

As árvores sentem a nossa alma
E ao redor delas eu viverei
Livre e eterna
Porque elas me fazem uma delas.






Jaquelyne de Almeida Costa

À Maria (Uma homenagem para minha Mãe)

Imagem
Gustav Klimt's Mother
Hoje é um dia muito especial para mim: dia em que nasceu a pessoa que mais me faria feliz neste mundo, a minha adorável mãe! Ela é a rosa que me perfuma os dias mesmo naqueles em que a tristeza é como um pássaro alinegro pousando sobre meus ombros... Ela me afasta da morte, me fala sobre Deus e me ensina a sorrir sempre! E aqui eu deixo uma singela homenagem, fruto de meu incomensurável amor por ela! Eu te amo, minha mãe! Eu te amo! Eu te digo minha Maria
O teu amor eu gostaria
De exibir o sabor
E o mundo te amaria.


Minha mãe, minha Maria
Eu não sabia
Que depois de tantos erros meus
O teu amor me amaria.


Minha flor, minha querida
Nem a dor, nem a tristeza
Tiram o amor e a sabedoria
Da tua sofrida vida.


Minha Mãe, minha Maria
Por ti eu gostaria
De voar até o espaço
E mil estrelas te daria.





Jaquelyne de Almeida Costa.

As árvores e as metamorfoses

Imagem
As árvores são diferentes à noite.
Por isso, tantas metamorfoses.





Jaquelyne A. Costa

Volodya esperou por mim

Imagem
Eu havia entrado em desespero. Quando a gente está sofrendo cega para as pequenas coisas boas que acontecem. Choro. A alma derrama um sal doloroso e cinzento. O fracasso não sai do pensamento, as pedras alcançam um eco de impotência e tudo aparenta um enorme edifício, colossal em sua crueldade. Sento na beira da cama, esfrego os pulsos na madeira velha que, provavelmente, pode me extrair algumas gotas desbotadas de sangue. Uma lágrima cai no assoalho e provoca um estrondo anormalmente fora do comum. Um amigo bate à porta, chama meu nome e eu, roucamente, peço que não me espere mais. “Meu Deus! Não me espere mais!” Dali não daria mais nenhum passo, entregaria minha alma para o primeiro anjo que me aparecesse.

Tantos problemas despetalam minhas flores e por onde andei colhi angústia e sofrimento, adagas e punhais. Eles me feriam pelas costas, rasgavam minha roupa e, ainda não satisfeitos, roubavam minhas virtudes primogênitas. Abriam a porta como quem empurra uma pesada porteira, e na ca…

Para renascer Contigo (Madre Teresa de Calcutá)

Imagem
Para todos os amigos do Jaque Sou uma Feliz Páscoa!

"Senhor, ajuda-nos a ver a tua crucificação e ressurreição como um exemplo de como suportar e aparentemente morrer na agonia e no conflito da vida diária, para que possamos viver mais intensa e criativamente. Aceitaste paciente e humildemente a repulsa da vida humana, tanto quanto as torturas da Tua crucificação e paixão. Ajuda-nos a aceitar as dores e conflitos cotidianos como oportunidades de crescimento de nossa pessoa e de nos tornarmos mais semelhantes a Ti, atravessando-os paciente e bravamente e confiando que Tu nos apoiarás. Faze que compreendamos que só através de renúncias freqüentes de nós mesmos e de nossos desejos egoístas poderemos viver mais plenamente; só morrendo Contigo poderemos renascer Contigo".

Ao caçador de moças

Imagem
O remorso de Orestes -William-Adolphe Bouguereau
Da tua pistola de horror
Provocas o destino halali
Nos corações arrebatados
Que desesperados correm
Ao encontro do futuro trágico
Fado triste baleado
Das paixões mal resolvidas.

Olhas frio para a carne abatida
Morbo fiasco de vida és tu
És todo pura carnificina
Aparentas aromático viver,
Fétido mancebo!

À noite ouves as vozes
Daquelas pobres moças aflitas
Que voam sob teu teto
Como grandes moças-harpias.


Jaquelyne de Almeida Costa

Pedido

Imagem
Ao ler Cecília Meireles

Deixa-me cantar sozinha,
Alma minha,
Que a noite vem chegando.

Deixa-me gemer sozinha,
Alma minha,
Que o vento vem soprando.

Deixa-me cair no abismo,
Alma minha,
Já sei o profundo tanto!

Deixa-me de frio repleta,
Alma minha,
Que no amor fui incompleta.

Deixa-me aqui deitada,
Alma minha,
Que a lua vejo n’alvorada!



Jaquelyne de Almeida Costa

Selos do Jaque Sou

Imagem
Amigos, eu quero presentear a todos com estes selinhos feitos pelo Jaque Sou!! Não há regras a serem cumpridas! Presenteie quem vocês quiserem, é livre!!

Aqui vão alguns nomes que indico (mas todos os amigos que aqui passarem são também indicados): Ester Abraão Paulo Roberto Jacky Jana Nade Márcia Emiliana Bah Miguel Taiyo D. Ramírez Bianca


Um grande beijo para todos!

Meme

Imagem
Minha querida amiga Ester enviou-me a proposta de responder a este meme que abaixo está transcrito.
Nunca respondi a um, esse será o primeiro, não por falta de vontade, mas por falta de coragem!!!Falar sobre si mesmo é um perigo!!!
Agora é a hora!
Luz, câmera, ação!!


1. A última pessoa com quem falou hoje: Com minha mãe pedindo que eu olhasse se a escada estava molhada.

2. A última coisa que falou: "Tá sim, mainha!"

3. O último pensamento:"Ai, como é difícil falar de mim..."

4. A última pessoa com quem brigou: com uma amiga na faculdade.

5.A última pessoa com quem se reconciliou: com essa amiga, porque é muito chato ficar sem se falar.

6. A última pessoa que falou de Deus pra você: Minha mãe. Ela sempre fala Dele pra mim com tanta sabedoria...

7. O último lugar que você gostaria de estar: Num lugar onde não exista a Paz e a harmonia.

8. O último filme a que assistiu: Para sempre Lilya

9. O último livro que leu ou que está lendo: Jornalismo e Literatura - a sedução da palavra

10…

Traço

Imagem
Eu traço um destino
Pra nós dois
Você vem decidido
E passa um traço no amor.






Jaquelyne de Almeida Costa