06 dezembro, 2016

Jaquesou grata de todo o meu coração...

Foto - Wesley Lopes
Eu realmente não tenho palavras suficientes para expressar minha gratidão a todos os envolvidos com o lançamento do meu primeiro livro de poemas "Oratório da moça que sente saudade" que aconteceu na última sexta, 25, na Biblioteca do Sesc Petrolina! Estou muito feliz com a realização deste sonho que alimentava desde muito jovem, mas nunca havia tido coragem. Obrigada, muito obrigada, do fundo do meu coração jaquetício! Agradeço a Deus pelo dom da vida, a Maria que sempre me abençoa e auxilia, aos meus queridos amigos que foram prestigiar, aos desconhecidos que tive o prazer de conhecer naquela noite, aos colegas de trabalho, aos colegas da imprensa, aos meus familiares (baluartes da casa que sou) e a todos os meus amigos do NEPEL do Sesc que me deram precioso apoio, além da gerência que gentilmente me cedeu o espaço lindo da biblioteca! Não vou aqui citar nomes porque seriam diversos mesmo, mas cada um sabe, de coração, a sua importância em minha vida e a cada um segue um beijo jaquetício bem lá na alma! Jaquesou uma pessoa mais feliz porque vocês estão presentes em meu caminho: OBRIGADA!!!

A dor nos rasga, nos faz sangrar, nos torna pó. No entanto, também nos faz mais humanos, mais sensíveis às coisas do mundo, às dores dos outros e principalmente a nos vermos como iguais.

A mensagem principal que quero deixar com a feitura desse livro é a de que se temos amor, podemos sim salvar muitas vidas. O amor é quem nos cura e nos faz sementes de renovação para atuar a favor de dias melhores. Agradeço a Deus por me fazer enxergar, a tempo, que a vida ainda vale muito a pena ser vivida!

Obrigada, TV Grande Rio - Afiliada Rede Globo, por fazer essa linda matéria sobre a moça que sente saudade, seu amor por sua mãe e o livro que é fruto desse amor infinito!

video


O "Oratório da moça que sente saudade" te espera lá no Café de Bule, centro de Petrolina-PE



O "Oratório da moça que sente saudade" já está disponível para venda na charmosa cafeteria Café de Bule, região central de Petrolina-PE. O endereço é: R. Antônio Santana Filho, 353 - Centro. Fica ao lado do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora.

O livro continua com o valor de 20 reais.
Lembrando que toda a verba arrecadada será destinada ao Movimento de Combate ao Câncer de Petrolina (MCC).

Para quem não mora em Petrolina Pernambuco ou Juazeiro Bahia o livro continua sendo vendido pela internet aqui no blog - www.jaquesou.blogspot.com.br

13 outubro, 2016

Livro Oratório da Moça que Sente Saudade terá 100% das vendas revertidas em doações ao Movimento de Combate ao Câncer (MCC)

Livro Oratório da Moça que Sente Saudade terá 100% das vendas revertidas em doações ao Movimento de Combate ao Câncer (MCC)

A dor da perda transformada em poesia, transmutada em amor ao próximo. Em 25 de novembro, na Biblioteca do Sesc Petrolina, a poetisa e jornalista Jaquelyne Costa lançará o livro Oratório da Moça que Sente Saudade. O projeto reúne 53 poesias e pequenos textos que trazem a temática da ausência; em sua grande parte inspirados na relação da autora com a mãe, Alcineide Almeida (in memoriam), vítima de câncer renal em 21 de outubro de 2012.

"Este projeto é uma homenagem póstuma à minha mãe, minha primeira incentivadora no universo da escrita e a quem devo o meu amor pela leitura", revelou a autora. A publicação, que custará R$ 20, terá toda sua renda revertida em doações ao Movimento de Combate ao Câncer de Petrolina (MCC), que atualmente atende a mais de mil pacientes na região.

Inspiração

Os textos da antologia começaram a ser escritos durante o tratamento da mãe de Jaquelyne Costa. Nessa época, ambas conheceram de perto o trabalho do MCC em Petrolina/PE. "Vi a dificuldade da organização em ter verbas para medicamentos e como, para nós, teria sido bem mais desafiante sem o apoio financeiro deles. Quando somávamos a quantidade de remédios no mês, dava mais da metade de um salário mínimo", contou.

A poetisa alega que essa vivência sedimentou um compromisso entre mãe e filha. "Ela falava que, caso sobrevivesse, iria colaborar com o MCC sempre que pudesse. Desde então, esperei o trauma do falecimento passar um pouco para retomar esse plano de colaborar. Eu sei que o que vou dar é muito pouco, mas foi a forma que encontrei também pra divulgar a causa e, quem sabe, estimular mais pessoas a fazerem doações", contou Jaquelyne.

Para Esmelinda Amorim, voluntária do Movimento de Combate ao Câncer em Petrolina, a notícia da doação foi "muito gratificante". "São muitas famílias que dependem do nosso trabalho. Este ano não pudemos fazer o Forró do Beco, que garante as despesas do ano; então quando iniciativas como esta de Jaquelyne acontecem - iniciativas sérias - ficamos muito felizes e agradecidos. Esperamos que a comunidade abrace essa ideia, porque é uma cooperação direta para quem precisa", destacou.

Com 77 páginas e prefácio elaborado pelo escritor e poeta Matheus José da Silva, Oratório da Moça que Sente Saudade teve ainda projeto gráfico assinado pela Asè Editorial. Os primeiros 100 exemplares estarão à venda no evento, que terá início às 19h. Para mais informações sobre pré-venda, acesse http://bit.ly/OratorioJaquelyne.

A autora - Jaquelyne Costa é formada em Jornalismo pela Universidade do Estado da Bahia (2010) e pós-graduada em Assessoria de Comunicação e Novas Tecnologias da Informação pela Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina (FACAPE). A poesia, no entanto, surgiu bem antes em sua vida: ganhou, em 1998, sua primeira medalha por poema-homenagem ao Colégio Motiva. Participa dos 31º e 32º volumes da Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos da Câmara Brasileira de Jovens Escritores no Rio de Janeiro. Tem artigos, crônicas e poemas publicados em jornais e blogs locais e regionais. Em 2010 granjeou o Diploma do Mérito Olegária Mariano, concedido pela Câmara Brasileira de Desenvolvimento Cultural, pelos trabalhos prestados à União Brasileira de Escritores de Petrolina. É coautora do livro “Filhas de Lilith na Imprensa em Juazeiro e Petrolina” escrito como trabalho de conclusão de curso em Jornalismo pela UNEB. Em 2012 entrou para a Antologia do Prêmio Nacional Novos Poetas. 

Serviço: 
Lançamento do livro Oratório da Moça que Sente Saudade, de Jaquelyne Costa
Data: 25/11/2016, às 19h
Onde: Biblioteca do Sesc Petrolina/PE
Quanto: R$ 20 (doados integralmente ao MCC)

Fonte: PATH Comunicação 3.0 - +Paula Theotonio 

11 outubro, 2016

"Oratório da moça que sente saudade", um livro de Jaquelyne Costa


Em 25 de novembro desse ano, às 19h na Biblioteca do Sesc Petrolina, todos estão mais que convidados para o lançamento do livro "Oratório da moça que sente saudade". Além de uma homenagem para minha mãe, Alcineide Almeida (in memoriam), uma colaboração para o Movimento de Combate ao Câncer de Petrolina (MCC) que atende mais de mil pacientes na região.
Toda a verba arrecadada com a venda dos livros será destinada ao MCC para a compra de medicações que auxiliam no tratamento de pacientes do Centro de Oncologia da Apami.
O projeto gráfico é da Asè Editorial, trabalho belo do Dan Rebouças. Prefácio do escritor e poeta Matheus José Da Silva.
Aguardem!

Eu sei, mas não devia

Eu sei, mas não devia
"A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele. Se acostuma para evitar feridas, sangramentos, para esquivar-se de faca e baioneta, para poupar o peito. A gente se acostuma para poupar a vida. Que aos poucos se gasta, e que, gasta de tanto acostumar, se perde de si mesma." (Trecho da crônica - Eu sei, mas não devia - Marina Colasanti)

Selo Veja Blog - JaqueSou

Jaquesou Jornalista

Jaquesou Jornalista
Clique na imagem e acesse a FENAJ