Canção para o amor que nasce vernante


Ao amor que habita em mim...



O inverno voltará, eu sei
O inverno voltará,
Mas se você estiver aqui
Nesse mesmo lugar
Prometo que a neve não nos afastará,
A neve não nos afastará.

Que agora se cumpra a profecia
A orquestra de sonhos já vai começar
E você vai entrar por ali
Onde as árvores cantam suas cores
Os pássaros bordam suas melodias
E as cigarras morrem por cantar
Porque o inverno voltará,
Voltará com seus mistérios.

Sonhe, sonhe
E só acorde quando o inverno voltar
Porque eu estarei de braços abertos
Perto do fogo da lareira
Sorvendo o vinho doce
destruindo os pensamentos ruins
E pensando somente no futuro
E o amor que você me reserva.

O inverno voltará, eu sei
Mas se você estiver aqui
Nesse mesmo lugar
Prometo que a neve não nos afastará
E você poderá me abraçar novamente
Com suas cores, seu perfume de sol
Suas mãos de jardineiro fiel
E o amanhã dourado estampado em seu olhar.

Não nos percamos da rota do amor
Pois ela nos conduzirá ao esplendor
Sob o sol dos desejos inteiros
Que marcam o tempo e a história
Com suas flores vernantes
De uma primavera encantada
Pois a primavera ficará, eu sei
Alguém me disse que ela viverá para sempre.

Cuide bem das minhas rosas
E deite-se na relva de meus cabelos
Colha os frutos do meu sentimento
E plante sua semente de amor
Porque a primavera florescerá entre nós
E o bosque esquecerá do frio do inverno
E das folhas caducas do outono
Porque o amor é eterno, eu sei
O nosso amor é terno e puro.








Jaquelyne de Almeida Costa

Comentários

Áires Cássia disse…
Oi Jaque....passei para lhe desejar uma ótimo dia...linda sua canção....
Beijos e até mais
Olá, Áires!
Muito obrigada pela visita!
Tenha uma ótima semana!
Beijos=*
Bom dia, Ana!
Obrigada, tá?!

Beijos=*
Paulo Roberto! disse…
Caros amigos e amigas,
que comigo
compartilham dessa
data mais que especial,
obrigado! ^^

Meu sincero
e singelo
agradescimento...

Visto que não
sei esculpir
uma estatueta
nas estrelas
pra lhes mostrar
e provar
a minha admiração,
mas
nas entrelinhas
de cada um dos meus versos
estão
sinceros
e impressos
os meus sentimentos
por cada um de vocês
leitores,
poetas,
mais que isso
caros amigos!

Abraços á todos!
Até sempre...
Ric disse…
vida eterna ao amor!
Muito lindo esse poema.

Beijo.
Vanda Maio disse…
Que belo poema :)
Liginha Gabriela disse…
' O nosso amor é terno e puro. '

Minha querida Jaque, adorei a canção... Parabéns maix uma vez pelo blog, pelas postagens, e da forma que vc escreve sobre o amor... esse sentimento tão forte que mexe com agente!

bjooss

;***~
Liginha Gabriela disse…
' O nosso amor é terno e puro. '

Minha querida Jaque, adorei a canção... Parabéns maix uma vez pelo blog, pelas postagens, e da forma que vc escreve sobre o amor... esse sentimento tão forte que mexe com agente!

bjooss

;***~
Olá, boa noite!

Este é mais um blog k vale a pena. Parabéns!
Caillean disse…
Ola Jaque

Amei a sua expressao do amor, e a analogia com as estaçoes, simplesmente lindo!

ah e obrigada por aparecer la na "Casa" entao eu vim aqui e gostei do que vi :)

Beijinhus encantados
)0(
Paulo, meu querido amigo!!
Eu que agradeço a oportunidade de lhe conhecer!!!
Um grande beijo, meu lindo!
Ric!Bom vê-lo aqui novamente!
Vida longa ao amor!!!

Beijos=*
Vanda!
Obrigada pela visita e o elogio!!

Beijos=*
Liginha!!
Você é sempre um amor, menina!!
Muito obrigada de coração mesmo!!!
É muito importante pra mim saber que você gosta do que escrevo!!
Isso me faz continuar aqui!

Beijos=**
Carlos!Obrigada por achar que esse blog vale a pena!!
Um grande beijo=*
Caillean!!!
Muito bom saber que você esteve aqui com sua presença onírica!!!
Muito obrigada!!

Um grande beijo=*

Luz

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido

Poema do sim e do não