Saudade - essa palavra melancólica...



Há dias que estou carregada de saudade.

Saudade do primeiro dia em que estive naquela sala enorme e quente da faculdade.

Uma turma barulhenta que logo foi pegando amizade, havia grupos e havia a união repleta sim!

Me recordo a impressão: "Quatro anos e meio?! Nossa! Vai demorar pra passar!!!"

E nem demorou!

Olha eu aqui hoje sentindo falta de reclamar em andar, toda tarde, pontualmente às 13h, naquela avenida quase sem árvores!

Olha eu aqui hoje sentindo um vazio enorme, sabendo que minha tarde poderá ser regada de um choro terno, um choro de saudade...

Como vai ser agora não chegar naquela sala (agora muito fria pelo ar-condicionado) e não dar boa-tarde a Cecílio (e fazer aquele símbolo de roqueiro para perceber em seu rosto o sorriso bonito e tímido que ele possui), Carol( e cantar com ela sua alegria eterna), Luana (suas risadas juntamente com as de Pablo vão marcar uma época!!), Bruna (Bruninha que é sempre tão calada mas que eu gosto muito dela assim desse jeito!!), Quércia (baiana arretada!), Mirela (Milinha que é também uma amiga tão simpática que nos cativa com sua doce voz) que quase sempre já estavam por lá antes de mim???

Quero lembrar ainda da minha querida Taísa que voltou pra sua cidade, pra enfeitiçar o vento com sua ginga baiana...

E como vai ser não ter que guardar lugar pra Juci e Emiliana, uma à minha direita e outra à minha esquerda? E essa parea de jarro que somos eu e Juci? Ah, mas o tcc nos aproxima ainda, não vou deixar de encher o saco dela não!!! Rs...

E como vai ser viver sem receber o abraço e o risonho boa-tarde de Pablo, dar os beliscões nas bochechas de Luci e lhe dizer que a amo muito, encher o saco de Silvana e perceber sua face mais vermelha que albino queimado de sol, abraçar Thaic e sentir sua suave afeição, conversar com Danilo e encontrar um amigo pra todas as horas, brincar com Carol, pedir o boa-tarde "mineirim" de Fernanda Dubira, mexer com Elkinha (boequinha da turma) e Alaíde (pessoa linda!)?

Ai, que saudade de todos, todos os amigos que recoheci por lá!!

Não somente os da minha turma como também Raphael (que era da minha turma e depois teve que sair e depois voltou...rs), Carilene(e chamá-la de Patilene rsrs..), Ilana (excelente fotojornalista) , Thiago (meu imitador preferido), Laiza (a chefe de redação mais legal que conheço!!), Illa (a quem digo Illa Tequila só pra brincar!), Dalmir (o dj que muito gosto)...

E os professores, Giovanna, Verbena, Flávio Ciro, Rosélia, Pinzoh, Maíta, Teresa, Andréa...

Minhas tardes serão repletas de sons, cheiros, mensagens, olhares, abraços, beijos, amizade que eu vivi em todos esses quatro anos em que estive por lá.

Aqui deixo essa minha saudade em intensão de memorar as pessoas que são importantes nesse caminhar da minha vida!
Um grande beijo e abraço apertado daquela que é porque tem de ser!

Com blandícia...

Foto e saudade: Jaquelyne de Almeida Costa

*Desculpem-me os que aqui não foram mencionados. Saibam que estão grifados em meu coração... meu coração que fala SAUDADE, essa palavra melancólica...

Comentários

Luciana Passos disse…
Tb já to morrendo de saudades de vc Jaquezita e de todas as risadas com todo mundoo...
Te amo, mesmo vc dizendo todos os isso não é verdade!!!!kkkkk
bjão!!!
Luciana Passos disse…
Epa...ajeitando meu comentário ai...kkkk
Mesmo vc me dizendo todos os dias que eu não amo você!!! kkk
bjuss
G I L B E R T O disse…
Jaque

As saudades as vezes doem tanto... tanto...

Mas, sempre penso que antes de não sentir saudades, melhor vivencia-las em sua total plenitude.

As saudades sempre trazem quem a gente gosta, e isto é bom não é?

Que estejamos perto deles, de quem gostamos, do jeito que houver de ser... No virtual.... No real... Ou dentro de um momento de saudades...

Beijos, Jaque!!!

Esteja bem nesta noite e em todas as demais...
Menino-Homem disse…
que lindo Jaque,
o afeto assim real, doce...

também já fico pensando no que vai ser de mim sem a minha louca turma...rs

um beijo molhado de alegria
sol e vento nos seus cabelos,

do seu homem-amnhã-menino
Ilana disse…
Poxa.. me imaginei no seu lugar. Escrevi certa vez sobre um personagem que tava cansado de estudar, mas que não se via não estudando. Uma metáfora de mim mesma. Meus melhores amigos "reconheci" nesses ambientes. Com o fim.. bem, não vou parar de estudar.. mas bate uma saudade danada só de imaginar abandonar mais uma casa.

É uma pena você já tá indo embora. Com certeza irá fazer falta. Onde tiago vai se olhar ao imitar geovana? Tem que ter a outra cópia do lado, já que a original nem dá ousadia hauahuahuha

Essa sua foto diz tudo. Esse vazio de fim de "quadrimestre" agrava mais ainda a coisa. Que deserto a UNEB estava hoje. As salas estavam frias e sem vida.
MR disse…
A saudade mata a gente.
Mas nos faz querer vicer mais um dia, para quem sabe reencontrar os que nos causaram a mesma.
Luci, que bom você aqui!!
Sinta-se com a bochechas beliscadas agora,viu?!

Amiga, amo você!!

Um enorme, colossal beijo!
Gil,
realmente, o que você disse faz muito sentido!
Só sentimos sausades de quem e do que gostamos...

Muito obrigada pelo carinho!!!


Beijos e bons dias para você!
Meu homem-amanhã-menino,
a saudade é boa e ruim...
e esse momento de separação é péssimo mas tudo se supera não é mesmo?!

Beijos repletosde nuvens fofas...


Te amo
Ilana,
apesar da nossa recente aproximação saiba que sentirei sua falta...acredite!
Ai, nem me fala nessa saudade que bate forte no peito...

Ai, vou fazer falta?!!Oh, Ilana! Só você mesmo!!
Kkkkkkkkk... Tiago, aquele menino maravilhoso!!!Com certeza ele enontrará alguém para curtir as giovanices!!!
A foto acho que falou mesmo desse vazio azul e frio...

Beijos, cara colega!
Até breve!
Caro MR,

sim, sim!
Viver mais e mais para nos encotrarmos por aí e bater um papo legal!!


Um beijo,amigo!
Ric Dexter disse…
Eu ainda lembro de alguns colegas de faculdade e do colégio que tive e nunca mais os vi. E quando penso neles me pergunto: - o que será que tão fazendo hoje...?

Beijos!
Anônimo disse…
Perdão por não ter falado mais, brincado mais, por não ter sido mais feliz... "fiçu o que pusso" RSRSRS, mas não me arrependo de ter sorrido, cantado, brincado e por AMAR vc... E eu tenho certeza que irei fazer a cobertura de VÁRIOS lançamentos de livros seus... bjs bjs bjs saudosos e banhados à lágrimas!!!!!!!!!!!!

Carol Souza para o Jaquesou
Juci disse…
Vixe, é momento mesmo de despedida, uma dorzinha aperta corações. A explicação: saudade. rsrrs
Só fico feliz ao ver novamente meus queridos colegas pelas andanças jornalístcas. A gente marcou uma época, Acredito!!

Parabéns pelo texto amiga.. é justo e lindo..

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Poema do sim e do não

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido