Andam a ferir jovens flores


Em memória de Eloá Cristina


Andam a ferir jovens flores
os gaviões malvados,
na boca o sangue da juventude roubada,
nas garras a loucura insondável.

Quem a imaginar triste amargura
Saberá se defender
Do amaríssimo sabor de vingança
Contra alguém isento em culpa?

Andam a extinguir belas flores
As aves alinegras
Quando pairam no céu
Formando um crepe frio e sombrio.

Quem das garras saberá
Se antes eram encobertas
Por raríssima beleza de penas,
Regalo perolado aos olhos?

Andam a usurpar alegria e cores
Das rosas ainda infantes, inúbeis,
E as forçam a sofrer despetalamentos
E rasgões em seus verdes caulezinhos.

Quem poderá dizer não
Àqueles que se recusam a deixar viver
Essas amorosas rosas moças
Se eles nos ameaçam a todos
Com suas perversas e secretas garras?








Jaquelyne de Almeida Costa

Comentários

Bruno Gaudêncio disse…
A flor da Pele, instintivo e intuitivo sentir, a marca de sua poesia. Bela como a dona, suas palavras no tocam.Graça e encanto, no sorriso de existir.
Jaquelyne disse…
Bruno, tu sempre estás belo, pois vestiste o manto de todas as palavras do reino Poiesis e delas tu não te separas!!Muito obrigada por visitar-me!Agradeço-te do fundo de mim!És doce homem, és doce como o afagar do sol pela manhã!
Anônimo disse…
Oi, tudo bem ?

Estou registrando a minha visita.
Sempre passo acompanhando o teu blog.
Suas palavras tocam a mais perfeita expressão dos sentimentos.

Bjs, fica com Deus !!!

João Barbosa
Meg Macedo disse…
É infelizmente existe esses tais gaviões que não sabem amar, e atacam com as suas garras jovens flores. Isso tb pode ser fruto de uma sociedade extremamente machista, enfim, gostei muito da poesia, vc como sempre produzindo belos textos.


Bjs!!!
Jaquelyne disse…
João!!
Muito obriga pelo seu apoio!
Suas visitas são muito importantes!!
Obrigada também pelo elogio!
Um grande abraço e que Deus te ilumine!
Jaquelyne disse…
Meg, eu visitei teu blog sim!!
E comentei,garota!!
Eu também gosto muito de teu blog!!
Quanto ao meu poema...pois é, esses psicopatas machistas acham que são donos de tudo!!
Isso me revolta!

Um grande beijo!!
Nayane disse…
Nossa jack.... Lindoo... li c minha mãe..
Parabéns por essa inteligencia toda amiga...
Vc é uma bençao d Deus!
Te Amooo mtãoo.... saudades...
Micael disse…
O poema está lindo. Assim, como o blog. Muito bom!!
Laiza Elis disse…
Ô amiga, vc escreve lindamente...
Quando crescer, quero ser você!
Milhoes de beijinhos!!
Jaquelyne disse…
Nay!!
Minha amiga linda!!
Muito obrigada por sempre me dar força!!
È por causa de pessoas como você que eu continuo a escrever neste blog!!
Te amo!!=**
Jaquelyne disse…
Micas, você é sempre muito bem vindo aqui!!
Muito obrigada pelo elogio!!
Beijos=*
Jaquelyne disse…
Ah,Laiza!!
Assim fico até sem graça!!Hehehe...
Mas eu procuro dar o meu melhor nas palavras!!
Beijos=**
eu e você nordestinos, quanto orgulho né? mas o que mais gosto é que escreves montando as cenas... ai é tudo muito mágico!
Jaquelyne disse…
Pois é Abraão!
Se a gente não der valor e não a amar, quem então o fará?
Muito obrigada pelo elogio!!
Mágico é ouvir tuas palavras aqui escritas!!

Beijos=**
Tiago 3º período disse…
Encantar com as metáforas, pautando um assunto tão amargo, é tarefa para colecionadores de sentimentos raros.
Você faz imagem no reino da poesia e acalenta com as mãos à escrivaninha ofertando tão lindos textos.
Jaquelyne disse…
Nossa,Tiago!!!
ocê é um grande poeta!!
Sua palaras pra mim...
Suas palaras...
Quanta doçura,
quanta verdade!!!!
Beijos=**
Érica Daiane disse…
E quantas Eloás não estão ao nosso redor... quantas "rosas" não são despetaladas diariamente e tão perto da gente... e olha que nem tô falando de morte do corpo, falo mesmo de almas feridas, de seres desconcertados, muitas vezes, apenas por gestos, palavras e atitudes machistas em uma sociedade tão sexista como a nossa.
Parabéns pelo blog, Jaque!
Jaquelyne disse…
Érica!Surpresa você por aqui!!
Muito obrigada!!
Pois é, amiga, quantas pessoas são feridas gravemente na alma...
Quantos gaviões não voam por aí a cometer maldades sem fim...
Muito obrigada pela visita,pelos elogios!!
Beijos=**

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Poema do sim e do não

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido