Como uma taça de vinho

(Foto: Jaquelyne Costa)

Sorve-me, amor, com os teus lábios 
essa taça de vinho que sou 
sempre borbulhando, 
e ao entrar em teu corpo
deixarei minha marca de fogo.


Janeflí desde nascença


Comentários

. disse…
Como sempre, profunda! Cada vez mais surpreendente. Parabéns, você realmente sabe o que faz. (Luiz Bringel
Jaqueline!

Belo!Belo!Belo!!

Saudades!

Sonia Regina
Ellen Fernandes disse…
Como sempre belas palavras!!
Menina vc está crescendo e desabrochado ... lindo lindo!!!

Tai disse…
Nossa! me senti esse vinho, nessa taça, que deixa esse rastro de fogo.

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido

Poema do sim e do não