Há um cansaço em mim


(Imagem: Google)

 Queria ser como os outros
E rir das desgraças da vida
Ou fingir estar sempre bem
Ver a leveza
Das coisas com humor...
 (Renato Russo)

Há um cansaço em mim
e eu nem sei por que estou assim
fecho os olhos devagar
e sinto um anjo triste se sentar
ao meu lado
calado.

É muito fácil aconselhar
dizer que tudo isso vai passar
mas só meu peito sabe
difícil é ter forças para lutar
quero que Deus me salve

não posso ir embora
agora...
justo agora...
o amor me veio
deixando uma flor




Jaquelyne Costa - Janeflí desde nascença

Comentários

Poeta del Cielo disse…
Como se diz so un sabe como doe.. como pesa.... a vida e una eterna luta de emocoes de sentimentos encarar eles lutar ir pra frente con muito amor y uma unica verdad que somos nois mesmos... ante a dor uma amizade... ofrezco a minha amiga...

De coracao desejo pra vc que este ano novo que comeca Deus abencoe cada un de seus dias que o amor seja cada segundo uma constante sempre.... que tudos seus desejos plano e projetos se realicen.. muita paz amor uniao e felicidade para vc sua familia y seus seres queridos... de coracao amiga...Feliz Ano Novo 2011..

Saludos
otima semana
abracos
Nilson Barcelli disse…
Não há como ir embora no melhor da festa da vida...
Belo poema, gostei muito.
Jaquelyne, há imenso tempo que não te visitava, mas não podia deixar acabar o ano sem te desejar um excelente 2011. Para ti e para os que mais amas.
Beijos.
Menino-Homem disse…
tamanha profundeza
que até suspirei
sem sono
amei
no intervalo:
noite dormir


beijos,
do seu sempre menino-homem.

Jesus te ilumine neste 2011!
Thaís Naldoni disse…
Lindo!!! Vou visitar sempre!!!! : )
Beijos
Will Carvalho disse…
bom te ouviler de novo... havia um pouco de saudade com seu nome

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido

Poema do sim e do não