Exemplo de desumanidade em Palmares (PE)

Palmares (PE) - Fonte: Café História

Não acreditei ontem à noite, ao ver no jornal, que pessoas são capazes de pensar em benefício próprio quando se está passando por uma tragédia coletiva como nos estados de Pernambuco e Alagoas. Me custa crer que se pense em explorar o outro da maneira inescrupulosa como o prefeito de Palmares (PE), uma das mais castigadas pelas chuvas nesses últimos dias.

De acordo com informações de moradores de Palmares à Rádio Jornal do sistema JC, o prefeito está lucrando ilegalmente sobre a população nada menos que quase o triplo do valor do garrafão de água mineral que passou a custar R$15.  Outros comerciantes abusam no preço do botijão de gás, antes R$35 hoje R$65.

O Presidente Lula em visita a Pernambuco, falando a respeito da especulação imobiliária de terrenos nas cidades desabafou: "Tem gente que tira proveito da miséria... Está vendo que o outro está morrendo e quer ganhar antes de ele parar de suspirar".

Realmente, pessoas como estas não têm sequer noção do significado das palavras HUMANIDADE e EMPATIA!

Comentários

Qta desumanidade.

beijooo.
Jaquelyne Costa disse…
Muita, muita mesmo...

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido

Poema do sim e do não