Exemplo de desumanidade em Palmares (PE)

Palmares (PE) - Fonte: Café História

Não acreditei ontem à noite, ao ver no jornal, que pessoas são capazes de pensar em benefício próprio quando se está passando por uma tragédia coletiva como nos estados de Pernambuco e Alagoas. Me custa crer que se pense em explorar o outro da maneira inescrupulosa como o prefeito de Palmares (PE), uma das mais castigadas pelas chuvas nesses últimos dias.

De acordo com informações de moradores de Palmares à Rádio Jornal do sistema JC, o prefeito está lucrando ilegalmente sobre a população nada menos que quase o triplo do valor do garrafão de água mineral que passou a custar R$15.  Outros comerciantes abusam no preço do botijão de gás, antes R$35 hoje R$65.

O Presidente Lula em visita a Pernambuco, falando a respeito da especulação imobiliária de terrenos nas cidades desabafou: "Tem gente que tira proveito da miséria... Está vendo que o outro está morrendo e quer ganhar antes de ele parar de suspirar".

Realmente, pessoas como estas não têm sequer noção do significado das palavras HUMANIDADE e EMPATIA!

Comentários

Qta desumanidade.

beijooo.
Jaquelyne Costa disse…
Muita, muita mesmo...

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Poema do sim e do não

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido