Janeflí - Herdeira de Fênix

Digo-te
que a cada fogueira saltada
renasço entre incensos
e raízes perfumadas.


Janeflí desde nascença


Foto e parlatório: Jaquelyne A. Costa

Comentários

Vim como que encantada pela luz dessa foto..
Ainda bem que existem as fogueiras,
elas são a prova de que podemos
nos reinventar a cada momento,

bjs de luz**
Sida Pinheiro disse…
Herdeira de Fênix

Enquanto não chega o dia
em que o reinado de trabalho e alegria
se chega para Ti,
prossiga sorrindo erguendo a arma
do amor em ação, sabendo que tua luta
jamais ficará em vão.

Prossegue Herdeira de Fênix
sempre com a mão no arado
sem olhar para trás...

Levanta , Grita se for preciso,
mas nunca deixe teu sorriso
se afastar do abraço de uma canção.

Com carinho de Sidroniosa Pinheiro ( Sida )
para Jaquelyne A. Costa.
O segedo é este renacer a cada vez que a fogueira tenta nos queimar!!

Adoro vir aqui e você é um docinho!!!

Beijos!

Sonia Regina.

P.S.Vou complementar meu poema com o final que sugeriu em meu blog,quem sabe o "abduzido" aparece?
Elaine disse…
Jaque,
Este é um comentário-convite. Quero convidar você para participar de uma mega promoção que está acontecendo lá no blog: sorteio de 1 exemplar do livro Perseguição digital. Para participar basta acessar este link e preencher o formulário. É simples e bem rápido. Espero você. Beijos e obrigada por acompanhar meu blog.
Ester, doce amiga!

Obrigada viu!
Apareça mais vezes sempre será bem-vinda!

Beijos
Sidoca,

que lindo, amiga!
Muito obrigada pelo carinho e amor que você me entrega!

Beijo no coração e muita luz pra todas nós!
Sonia Regina,
como sempre é um grande prazer e uma alegria imensa que te recebo por aqui!!

Um grande beijo no seu coração lindo!

Amo você!
Elaine, obrigada pelo convite,viu!!
Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Poema do sim e do não

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido