Feliz Nascimento! Felizes Novidades!

Quero deixar aqui uma singela mensagem de Natal e Feliz Ano Novo.
Mas quero uma mensagem bonita sem ser piegas.
Quero palavras unidas que não repitam a mesmice.

Eu desejo um Natal que caiba o ano inteiro. Eu desejo que crianças e adultos não pensem num Natal triste, como um menino abandonado e carente de tudo. Não! Eu desejo um Natal iluminado, cheirando verde-esperança, mirando o horizonte que límpido se fará sorriso de um bebê que nasce por essa época a mostrar que tudo pode ser diferente e melhor! Quanta luz, quanta luz o nascer representa!

Eu anelitamente desejo que o Ano Novo seja novo em atitudes, e não apenas as datas que caíram em dias diferentes no calendário. Eu quero flores interiores, uma fertilidade que faça brotar ao redor novas oportunidades para sermos felizes juntos! Eu quero um Ano Novo novo em sentimentos benignos, em gargalhadas frequentes, pessoas trabalhando, cidade movimentada e constantemente buscando a paz.

Eu espero que um menino germine em cada coração e o faça sentir maior, capaz de transformar a escuridão numa intensa luminosidade de estrela eterna que ficará adiante, pelo caminho, desenhando um futuro bonito!

Feliz Nascimento! Felizes Novidades! Nasçamos novos para mais uma temporada de nossas vidas.

Já que somos humanos, então, o jeito é sermos!

Beijos daquela que só deseja muita Poesia para todos os amigos!

Jaquelyne de Almeida Costa

Comentários

Clayton Ângelo disse…
Oi Jaque, que belo texto que traz profunda reflexão nesse momento de mudanças. O ano novo simbolicamente representa o recomeçar. É sempre importante nos energizarmos com coisas belas, para entrarmos mais um ano com muita paz, amor, poesia, cores, projetos e sonhos. Sonhar sempre reabastece a alma. Boas Festas, "Feliz Nascimento" para você também. Abraços
Oi Jaque..

Que venha 2010 que nasçam os frutos, que sejam benditos!

Feliz (re)nascimento !!

Beijos de Ayla !!
Denise disse…
Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...Mas será que poderia me dar uns minutos da sua atenção?Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você.
Para onde vão todos?
Os shoppings estão lotados...Crianças são arrastadas por pais apressados, em meio ao torvelinho...
Há uma correria generalizada...
Alimentos e bebidas são armazenados...E os presentes, então?
São tantos a providenciar...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Mas qual é o motivo dessa correria?
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Talvez você nunca tenha notado que há pessoas que oferecem presentes por mero interesse...
Que há abraços frios e calculistas...
Que familiares se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação.
Mas já que você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: para que tanta correria?

Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: "viva Jesus, feliz Natal"!
E os sóbrios comentam: "é louco!”.
E a cidade se prepara...
Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
E quem vive sem caridade desconhece o encanto do mar que incessantemente acaricia a praia, num vai-e-vem constante...

Natal é fraternidade...
E a vida sem fraternidade é como um rio sem leito, uma noite sem luar, uma criança sem sorriso, uma estrela sem luz.
Mas o Natal também é união...
E a vida sem união é como um barco rachado, um pássaro de asas quebradas, um navegante perdido no oceano sem fim.
E, finalmente, o Natal é pura expressão do amor...
E a vida sem amor é desabilitada para a paz, porque em sua intimidade não sopra a brisa suave do amanhecer, nem se percebe o cenário multicolorido do crepúsculo.
Viver sem a paz é como navegar sem bússola em noite escura...
É desconhecer os caminhos que enaltecem a alma e dão sentido à vida.
Enfim, a vida sem amor...
Bem, a vida sem amor é mera ilusão.
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem pela Terra deu origem ao Natal...
Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita.
meu carinho
De
Queridíssima...

Que o amor nos alcance nas curvas do Ano que está por vir,
que não nos falte um ombro amigo, uma mão que afage, um coração que abrigue,
que a amizade entre nós cresça ainda mais,
que possamos tocar as pessoas ao nosso redor com a nossa alegria e esperança de dias melhores..
e que a PAZ seja soberana sobre todos nós! É o que desejo de coração, para a minha linda amiga!

ESTER
Andréia M. G. disse…
Que assim seja! Vejo o Natal como um momento de renovação em todos os sentidos. Espero que os sentimentos benignos prevaleçam.
:-)
Miguel Schweiz disse…
Feliz Navidad Jaque que seas muy feliz... mucho.

.............*...........
............M..........
..........MMM.......
.......MMMMM.....
......MMMMMM.....
….MMMMMMMM....
..MMMMMMMMMM...
MMMMMMMMMMMM
..........SSSS......
..........SSSS......
Meus queridos,

muito obrigada por tudo!

Sejam sempre mais e mais felizes!

Um grande beijo=*
Ilana disse…
Moça.. muito legal sua mensagem, com certeza passou longe da mesmice. Feliz ano novo... muito sucesso em sua jornada.

bjuwww
Ilana,

Feliz ano nov, amiga!!

Obrigada! Lhe desejo o mesmo!

Beijos=*
Clayton,Ayla,Denise,Ester, Andreia, Miguel,Fábio e Ilana:

Eu desejo a vocês um ano repleto de felicidades, muitas felicidades!!
Do fundo do meu coração eu agradeço a companhia e amizade de vocês!!

Um grande beijo da JaqueSou!

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido

Poema do sim e do não