Não me podes ter


Não me podes ter

Ainda, Amor,

Minha hora não chegou.

Não me podes ter

Ainda, Amor,

Teu amor é incolor.

Não me podes ter

Ainda, Amor,

Pois que o sol nem despontou.

Não me podes ter

Ainda, Amor,

Não sabes nada do que sou.

Não me podes ter

Ainda, Amor,

Teu querer é falsa ilusão.

Não me podes ter

Ainda, Amor,

Não sinto meu o teu coração.

Não me podes ter

Ainda, Amor,

Meu principal poema não sabes ler.

Não me podes ter

Ainda, Amor,

Esperes o meu amanhecer.

Não me podes ter

Ainda, Amor,

Porque não podes me esperar.

Não me terás nunca,

Amor,

Porque só quem ama

-verdadeiramente-

Saberá o meu vernante desabrochar.



Jaquelyne de Almeida Costa

Comentários

hahahaha!! oi oi oi qridaaaa!!
até parece q eu ia esquecer!!!!
É que estava a maioor confusão aqui!
Mas agora tudo está se ajeitando!!

Como vc está??

Como sempre suas poesias lindas e que nos fazem pensar mais em nós mesmos e nos outros...
AGRADEÇO MUITO MESMO PELAS SUAS LINDAS PALAVRAS!!!

um beijooo querida!
Menino-Homem disse…
“Por que tu faz isso com a gente?” Se soubesse tocar violão transformaria em música. Se um dia fizer o curta que tanto planejo, me permite dispor dos teus escritos sagrados?!
Flávia disse…
Achegue-se!
Há uma grande embarcação nesse porto.
Há um lugar a espera de marinheiros.
Já que és traga os seus marujos!


abraço
Jaquelyne disse…
Maria Rita!!!Obaaaaaaaaaaaaaa....você por aqui!!!!Legal!!!!
Beijos=*
Jaquelyne disse…
Mas é claro, Abraão!!
Você ainda me pergunta?
Oxe, é só pedir os que você quer e me mandar uma cópia do curta né?!!!!

Beijos!!
Muita honra isso tudo!!
Jaquelyne disse…
Muitíssimo obrigada, Flávia!!
Sua gentileza me toca!!
Seu mar me é um berço, achegarei-me!!!

Amplexos nos reflexos do espelho-mar!
Marcio Popó disse…
Oi jaquelyne...

gostei do blog

o meu tb está a sua disposição (www.popoesias.blogspot.com)

Bjos...
Giuseppe Menezes disse…
Deixa o amante esperançoso até o fim com inúmeros "aindas" para somente no fim soltar um “nunca”. Como você é mau, Jaque. Hehehe
Brincadeira... mas nunca diga nunca ;)
Ester disse…
Oi Jaquie,

vc me adicionou para seguir meu blog,

Tive problemas com meu antigo endereço de blog, POR FAVOR adicione o novo url:

http://esteranca.blogspot.com

(sem cedilha)


obrigada pela e a paciência!!!


abraços da ESTHER
Esterança disse…
Oi querida,

passando prá deixar um beijo,
tenha uma linda quarta-feira!!


bjs da Esther
Marrie disse…
grande beijo de luz!!!
lindo texto!!!!
muito lindo mesmo!!!!
tão suave...
belo o que escreves!!
Jaquelyne disse…
Obrigada,Marrie!!
Gostei muito de teu blog!!
Beijos=**

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Poema do sim e do não

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido