Doce força



Ao ouvir a canção Samson de Regina Spektor.

Sansão,
Eu amo sua doce força
Eu amo sua face
Como se nada me pudesse estragar
Essa verdade que sempre vem
Como se fosse a primeira vez que eu lhe visse
Levantando uma flor que caíra
Do alto de um prédio frio.

Sansão,
Eu amo suas mãos suaves
Não quebre meu coração
Com sua doce força
E volte a colher a flor
Que chora sua terra derramada
seu vaso quebrado e solitário.

Você é a minha branda força
Minha fortaleza de carne e osso e coração
Eu preciso que você volte
Assim como quem vem de muito longe
Com saudade de tudo
Com vontade de amor.

Sansão,
Escute esse piano que toca
E ressuscita nossa canção
E revive nossa flor derramada
Em seu vaso solitário.
A música fala mais que eu
Pode mais que eu
Atingir sua doce força
Para que os seus braços fortes
Possam me abraçar a alma
Para que suas alvas mãos
Possam sustentar meu rosto emocionado
E seus olhos mornos
Possam encontrar em mim
O amor que me espanca o peito
Com força, muita força,
essa força doce que há em você, Sansão.




Jaquelyne de Almeida Costa

Comentários

Ellen Fernandes disse…
Nossaa linda amei o poema...é estranho e simples como pessoas de mundos diferentes podem setir coisas parecidas...

Amar é p louco...e quem não é louco??

Bjus
num sei mais nem o que dizer... é tão perfeito, envolvente, é como se tivesse sussurando... ai!!!!!!!!
Giuseppe Menezes disse…
Adorei o trecgo "Eu preciso que você volte / Assim como quem vem de muito longe"
Ah, vou procurar essa música para ouvir...
Jaquelyne disse…
Oh, Ellen!!
O amor é a loucura mais doce que existe!!
Muito obrigada por ter vindo aqui!!
Beijos=**
Jaquelyne disse…
Ai, Abraão!!
A música é também um doce sussurro!!!
Ainda bem que você sentiu o meu poema assim!!
Beijos=**
Jaquelyne disse…
Procura mesmo, Gepp!!
É muito linda!!
Uma declaração de cumplicidade!!
=*
Lindo. É isso!
Parabéns mais uma, como tantas outras vezes!
Jaquelyne disse…
Meu doce amigo, você é como esse Sansão da música...
Você é um lindo menino-homem!!
Beijos=**

Muito obrigada por existir!
muito bom teu blog, foi muito bom vir aqui.
Apareça
Maurizio
Jaquelyne disse…
Maurizio!!
Prazer imenso tê-lo aqui!!
Aparecerei, com certeza!!
Abraço!!!
jah tinha deixado coment...

mas lendo de novo... nousssa!!!!!

Lindo!!!!

Bjo enorme, pessoa maravilhosa e obrigado pelo carinho!!!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido

Poema do sim e do não