Diamante de carne



Vem para os meus braços
Me exorciza
Me renova com teu corpo
Nesse silêncio lento
Onde valso esse desejo louco.
Me dá um pouco
Dessa tua boca,
Dessas tuas mãos
Dessa tua voz rouca.
Uma flor-delícia
Desmancha em meu seio
Como uma carícia
Que de teu firmamento veio
Trazendo uma canção
Explodindo acordes
De insana intensidade:
Candente emoção.
Amor é necessidade
E antes que o sol acorde
Eu vim para te dizer
Segredos da lua
Que me fazem ficar como estrela
Querendo despencar do céu
Que esse azul flutua
Como um aprendiz
Que em teus olhos
Busca ser feliz.
Me exorciza
Tira de mim aquilo que eu guardei
E é disso que precisa
Um amor eterno
Aquele que sonhei.
Eu vim para que possas acreditar
No desejo verdadeiro
De nunca ser sozinho
De ser totalmente inteiro.
Desmancha em meu seio
Um diamante de carne
Que bate violento
Pulsando vermelho
O anélito que dividi-se ao meio
Duas metades de mim:
uma é corpo sem destino
quando sozinha num quarto esguio,
quando me canso de me dar;
a outra é completa e afortunada
quando me deixo por ti levar
a um lugar indefinido,
maravilhoso
que somente eu posso conhecer
por te ter.
Não quero me curar
Vem, me exorciza.




Jaquelyne de Almeida Costa

Comentários

Cecílio disse…
Como diria Quintana, acho que vou seu burro agora... "Me exorciza / Tira de mim aquilo que eu guardei..." "...Não quero me curar / Vem me exorciza".

Fiquei intrigado...
Muito bom garota linda!!!
Jaquelyne disse…
Cecílio, saudade de vc por aqui!!
Ficou intrigado?Hum...
Muito obrigada pelo elogio!!
Eu tento encontrar alguém que decifre esse meu coração adoentado de amor!!
Beijos=*
Das coisas mais lindas que li!
Sem prepotência, mas elio bastante.
Pra mim, a sua poesia, é a poesia de verdade.
É isso que tenho na minha concepção.
Augusto dos Anjos que me perdoe, mas vc está a anos Luz! hehehehehhe
Abraão forte e parabéns Jack!
Anônimo disse…
Estou impressionado com a profundidade de expressão de sua poesia. Sua poesia me eleva e me torna mais reflexivo. Seu blog está na minha pasta de favoritos.

João Barbosa

Bjs, parabéns !!!
Jaquelyne disse…
Wllyssys,nossaaaaaaaaaaaa..
Desse jeito até os mortos vão ficar chateados comigo!!!KKkkkk..
Eu melhor que os nossos imortais?!
Muito obrigada,viu,amigo!
Mas eu sei que é porque vc é um grande incentivador!!
Muito obrigada!!
Venha aqui sempre que quiser!!
Beijos=**
Jaquelyne disse…
Nossa,João!
É sério mesmo?
Ainda bem que a poesiaminha te eleva!
A missão de uma boa poesia é fazer com que o outro se reconheça nela, se sinta parte dela,e faça pensar!
Vejo que com você as minhas funcionam né?!
Mas elas ainda não são as que desejo...
A medida do ser em mim nunca basta...
Muito obrigada!!
Um forte abraço e venha aqui mais e mais!!
Maravilha,rsrss sou tua fã,bjsssssssss e apalusos.
Lindooooooooooo,amei,bjsssssss
Jaquelyne disse…
Elliana!!Que bom vê-la por aqui!!
Desculpe não aparecer em seu blog, é que ando sem tempo até pra respirar!!Kkkkk...
Beijos!!
Até logo!!Obrigada pelo elogio!!

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Poema do sim e do não

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido