Apenas


Me ouça, apenas,

Como música.

Me veja, apenas,

Como cinema.

Me sinta, apenas,

Como a essência natural das coisas.

Me tenha, apenas,

Como um poeta e seu poema.



Jaquelyne de Almeida Costa

Comentários

Juci disse…
Q lindo amigaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Poema do sim e do não

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido