Um axé pro amor


Quando você me chamou
Meu Bem,
Eu nem pude me controlar
Larguei tudo o que tinha pra fazer
E corri pra poder lhe encontrar
O amor me chamou e eu vim
Não esperava que fosse assim
Me deixou louca sem saber
Se isso que sentia era só por você.
Você é o meu sol, minha luz
A verdade que vem e conduz
Toda a vida por causa do Amor
É com você que pra sempre vou
Estar em felicidade azul.
Lêlêlêlêlêlêêê lêlê................
Undundeiadundeeeiaaaaaaa...
Laialaialaialaia.........
É com você que eu quero casar
Nas águas de Iemanjá
Meu marujo, meu nêgo, meu mar...




Jaquelyne de Almeida Costa

Comentários

Clayton Ângelo disse…
Oi Jaque, tudo bem?! Vendo a foto e lendo seu poema, não tem como o coração deixar de bater forte. Vejo pura paixão em seus versos. É tão bom termos esse sentimento de amor puro, ingênuo e ao mesmo tempo maduro. Abraços.
Ric disse…
Axé, desse baiano aqui! hehehe!

Beijos!
Léo disse…
É uma visão extremamente feminina da situação. Feminina e comportada. rsrs...

Não é essa a cara que eu tenho da Jaque Levada.

Agora eu penso, Jaque ora menina, ora adulta...

Em qual momento a Jaque vai manifestar tais emoções?

Ahhhhhhhhh não dá pra saber oras.

Direto do Rio.
Um Abraço.
Ai, Clayton!!!
É muito bom ter um amor puro no coração!!
O meu amor está guardado aqui no peito só esperando um candidato a querer recebê-lo!!!

Um grande beijo=*
Axé, Ric!!!
Um grande beijo pra você!!

=****
Léo!!!
Mas eu sou uma menina feminina e comportada mesmo, de verdade!!
Pareço levada é?!!!Kkkkkkkkkk...

Mas como uma boa geminiana sempre dividida, não sei se deixo a menina ou acordo a mulher!!!!

Beijo direto do Velho Chico
com gosto de "Ciúme".

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido

Poema do sim e do não