Matercentrismo (Para a minha Mainha)

(Eu e a minha estrela)
Para minha mãe por ser tudo que eu sou

No céu uma estrela luzia
Eras tu minha querida Maria
Hoje iluminas outro espaço
Vou seguir-te passa-a-passo.

Quero que saibas, minha linda
Da necessidade dos teus abraços
Do teu olhar materno
Da tua tão esperada vinda.

Das tuas mãos, minha querida
Quero sentir o afago
Quero sentir o calor
Dos teus carinhosos abraços.

Sou apaixonada de ti!
Não sabia que no meu pequeno coração
Caberia tão grande amor
Tão forte emoção!

Apesar da distância
Teu brilho cintilar chega até mim
Mas quero nesta instância
Demonstrar-te meu amor sem fim.

Do alto de uma atalaia
Vigio-te noite e dia
Tenho por ti grande afã
Tu és meu sol da manhã!
E como se diz aqui no Nordeste: "Mainha, eu te amo que só a gota!!!"

Jaquelyne de Almeida Costa

Comentários

Léo disse…
Bom dia das mamães.
Obrigada, Léo!!!
Um feliz dia das mamães pra você e sua mãe!

Um beijo=**
MEUS PENSAMENTOS disse…
linda sua mãe parabéns um feliz dia das mães!
Ex-critor disse…
Eta filha porreta!!! (rimou sem querer...)
tonhOliveira disse…
É por isto Já, que és!

Muito lindo !
Declaração fantástica...

Felizes dias sempre!

:) Beijos!
Rafael disse…
Mães são legais.
Elas nos parem.
Rafael disse…
Mães são legais.
Elas nos parem.
Márcia, minha mainha é linda mesmo!!
Eu a amo muito muito muito...

Beijos=**

Obrigada!
Ex-critor!!
Adorei a rima improvisada!!

Abraços
Tonho!!
Graças a ela que eu sou!!!
Sim!!!
Muito bem lembrado!!!

Muito obrigada pelos desejos de felicidade!!!

Um grande beijo=*
Mães são essenciais
elas nos amam como somos!!!

Beijos, Rafa!!
Maria disse…
Linda a sua homenagem, querida. Nem sabe qnt gratidão tive neste dias das mães, uma dádiva. Vc tá linda na foto. A propósito, sua Mainha tem um sorriso delicioso =D

Meu beijo
Maria!!!
Obrigada pelos elogios!!
Eu acho o sorriso da minha mãe uma estrela linda!!
Ela é muito especial pra mim!!
Grande beijo!!
Xará!!!
Obrigada!!
Um grande beijo=**

Postagens mais visitadas deste blog

Descendentes de Ares, doentes de um ódio cancerígeno

Poema do sim e do não

Amor jamais será essa coisa pálida que faz você se sentir pequeno e esquecido